Obrigado! Você passará a receber nossas novidades.
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Inglês
-
22/11/2021

Como se preparar para um intercâmbio em Londres

Para fazer um intercâmbio, o ideal é começar a planejá-lo com meses de antecedência e nunca deixar nada para a última hora. Também é importante buscar o máximo de informações, lendo e assistindo vídeos sobre os preparativos necessários e sobre a cidade de destino.

Pode ser importante, ainda, que o candidato faça um curso de inglês voltado para sua preparação, ou que reforce suas aulas de inglês.

Se você sonha em fazer um intercâmbio em Londres ou se já está organizando para isso, acompanhe as nossas dicas abaixo:


Escolha o curso e a escola

Quando falamos em intercâmbio, a primeira coisa que vem à mente é ter aulas de inglês no exterior. De fato, esse é o objetivo de grande parte das pessoas que passam por essa experiência. No entanto, essa não é a única possibilidade. É possível fazer vários tipos de intercâmbio em Londres, como por exemplo:

  • Curso de inglês, do nível básico ao avançado.
  • Curso de “inglês para business”, voltado para a área empresarial e de negócios.
  • Cursos de Inglês para áreas específicas, relacionados à capacitação em inglês de pessoas que atuam em determinadas profissões ou segmentos.
  • Cursos de capacitação profissional, para estudar conteúdos profissionalizantes por meio de aulas em inglês.
  • High School, aulas de ensino básico equivalentes ao nosso ensino médio, para adolescentes de 14 a 18 anos de idade.
  • Intercâmbio de férias, para crianças e adolescentes de 10 a 17 anos de idade. 
  • Ensino superior, através de parcerias entre universidades brasileiras e londrinas.
  • Voluntariado, uma experiência prática que proporciona uma ampla troca cultural.

Além do curso, é precisa escolher bem a escola ou universidade de destino, porque há várias opções, com diferentes níveis de qualidade, preços, localizações e exigências para a matrícula.


Organize a documentação

O principal documento que você precisa providenciar é o passaporte, afinal, ele é o único documento de identificação que você vai ter no exterior. Para viajar para Londres, ele deve ter validade de pelo menos três meses após da data marcada para o retorno.

Se você ainda não tiver um passaporte, faça o quanto antes, porque pode demorar um pouco para ele ficar pronto. Se você já tem, confira a validade, porque pode ser necessário renová-lo.

O segundo documento mais importante é o visto. Mas ele nem sempre é obrigatório. Os brasileiros que forem ficar até seis meses no Reino Unido não precisam tirar visto. Mas para ser aceito no país, é preciso comprovar a posse de:

  • Documentação do curso e da acomodação;
  • Passagem de retorno;
  • Seguro saúde;
  • Uma quantia suficiente para se manter no país.

Para quem for ficar mais de seis meses, é preciso tirar o visto de estudante. Além disso, algumas instituições também exigem que o intercambista tenha esse visto mesmo nos casos em que o curso dura menos de seis meses. Existem três tipos de visto de estudante:

  • Student Visa: Para alunos com mais de 16 anos de idade. Varia de 2 a 5 anos de acordo com o curso e a idade do estudante.
  • Child Student Visa: Para menores de 17 anos de idade. Pode ter até 6 anos de duração.
  • Short-term Study Visa: Para quem vai estudar inglês por até 11 meses. Se o curso for de até 10 meses, o visto continua valendo por até 30 dias depois da conclusão.


Planeje as finanças

Fazer um intercâmbio em Londres pode sair bem caro. Por isso, a primeira coisa a se fazer é poupar dinheiro com antecedência. Em seguida, é necessário fazer muitas cotações para ter clareza sobre quanto será necessário gastar. Além disso, ter um bom planejamento financeiro faz toda a diferença. Se o intercambista começar a se preparar com antecedência, tudo pode sair bem mais barato.


Pense na hospedagem

É muito importante escolher bem onde você vai ficar hospedado. Afinal, passamos boa parte do nosso tempo em casa, e esse ambiente precisa ser confortável. Caso contrário, tudo pode ficar mais difícil. Mais uma vez, se planejar com antecedência também ajuda muito nesse caso. Há várias opções de moradia para um intercambista em Londres. Uma delas é o host family, que é morar na casa de uma família. Outra são as residências estudantis. Por fim, existe a possibilidade de alugar o próprio espaço, sozinho ou dividindo com colegas.


Prepare o seu inglês

Lembre-se de que, em Londres, as pessoas irão interagir com você através do inglês britânico. Apesar de ser a mesma língua falada nos Estados Unidos, essa variação tem suas peculiaridades, e é necessário conhecê-las.

Também é preciso avaliar se você está pronto para fazer o curso que escolheu. Se estiver indo fazer um curso de inglês de nível intermediário, por exemplo, é essencial que você já domine muito bem o nível básico. Caso contrário, você não vai conseguir acompanhar as aulas de forma satisfatória.

Outro aspecto a ser observado é a segurança para falar. Você vai precisar pedir informações e conversar com as pessoas o tempo todo. A habilidade de falar bem o inglês é muito importante para um intercâmbio em Londres, e talvez seu conhecimento de inglês até agora seja muito de leitura e escrita.

Para completar, ainda pode ser necessário um certificado de inglês. Geralmente são pedidos o TOEFL, o IELTS ou o Cambridge. Muitas vezes, o programa de intercâmbio exige um deles. É preciso verificar se os programas nos quais você está interessado pedem essa comprovação de conhecimento da língua e descobrir quais desses certificados eles aceitam. Depois é se preparar, agendar a prova e realizá-la.

Por todos esses motivos, pode ser uma boa ideia investir em um curso de inglês voltado para sua preparação ou, ainda, reforçar as aulas de inglês que você já faz. Conte com os professores do Instituto Stephanie Lich para te ajudar nisso. Agende suas aulas online de inglês e tenha certeza de que está muito bem preparado!


Posts Relacionados