Obrigado! Você passará a receber nossas novidades.
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Inglês
-
16/9/2021

Mercado de trabalho no Canadá: importância do inglês para a colocação profissional

Trabalhar no Canadá é o sonho de muitas pessoas. O país oferece condições para uma vida tranquila e estável, além de oportunidades interessantes no mercado de trabalho.

No entanto, antes de arrumar as malas e comprar a passagem, é muito importante planejar, pesquisar sobre o mercado de trabalho e buscar formas de se preparar profissionalmente. Você sabe o que é preciso para conseguir um bom emprego? Quais certificados de inglês geralmente são exigidos? Abaixo, vamos fornecer um panorama.

Como é o mercado de trabalho canadense?

A taxa de desemprego no Canadá é bem menor que a do Brasil. Há uma grande oferta de vagas no país, pois os empregadores não conseguem preencher todas elas com a população local. No entanto, as vagas não são para todos os tipos de trabalho, e sim para os que exigem habilidades específicas.

Isso não quer dizer que a população canadense não tenha uma boa formação. Pelo contrário, o nível de escolaridade no país é alto, o que faz com que vagas de perfil mais técnico fiquem em aberto.

Porém, o governo canadense exerce um forte controle sobre a forma como os estrangeiros ocupam as vagas de trabalho, para garantir que eles não “tomem” as vagas da população local.

Com isso, o governo do Canadá usa a atração de recursos humanos estrangeiros para regular o mercado local, ou seja, para suprir as vagas que estão disponíveis.


O que é preciso para conseguir um emprego no Canadá?

Para trabalhar no Canadá você precisa conseguir um visto. Uma opção válida é matricular-se em uma instituição de ensino superior reconhecida, em um curso de no mínimo oito meses de duração. Nessa condição, você pode trabalhar até vinte horas semanais, sendo que a carga horária pode ser maior durante as férias.

O cônjuge do estudante também recebe uma permissão de trabalho e ambos podem continuar trabalhando no país por um período adicional depois da finalização dos estudos. Esse período adicional depende da duração do curso.

Se você não pretende estudar no país, será necessária uma permissão de trabalho. A primeira opção é por meio de um pedido de visto de residência permanente, através do programa Express Entry. A segunda é recebendo uma oferta de trabalho no país partindo de um empregador autorizado. As vagas disponíveis são divulgadas em um site do governo chamado Job Bank.

Para concorrer a uma vaga é muito importante ter experiência, mas isso não é suficiente. Também é necessário saber se posicionar, mostrando ao empregador como você pode agregar ao mercado de trabalho do Canadá por meio de suas habilidades e competências.

A comunicação do canadense é muito direta. Isso vai desde o currículo e da carta de intenções até a entrevista. Apresentar certificados desejados na sua área de trabalho também é importante.

É comum receber alguns “nãos” em suas tentativas. Por isso, tenha paciência e procure entender de que forma você pode aumentar as chances de ser selecionado.

Vale lembrar que você também pode entrar no Canadá como estudante e se candidatar à residência permanente após a conclusão do curso.


Quais são os critérios analisados pelos empregadores?

É importante ressaltar que um dos primeiros critérios analisados pelo entrevistador é a fluência no idioma. O segundo é a adaptabilidade do candidato à cultura canadense. Depois vem a adequação da formação técnica ou acadêmica e a experiência profissional.

No Canadá, apenas na província de Quebec é necessário saber francês. Em New Brunswick, o candidato pode saber francês ou inglês. Nas demais províncias, o inglês é fundamental. Por isso, a certificação de inglês é indispensável para a maioria dos candidatos. Abaixo vamos falar especificamente sobre isso.


Quais certificados de inglês são necessários para trabalhar?

Para se candidatar à permissão de trabalho no Canadá por meio do programa Express Entry, você precisa comprovar a proficiência em inglês. É necessário obter a nota mínima em um dos dois testes aceitos oficialmente pelo governo canadense, que são o IELTS General Training ou o CELPIP. A nota mínima necessária depende do tipo de vaga desejada.

Existem pessoas que acreditam que o CELPIP é mais fácil, mas a verdade é que depende do perfil de cada candidato, por isso é ideal procurar todas as informações possíveis sobre esses testes. Além disso, o CELPIP é realizado apenas no próprio Canadá, enquanto o IELTS pode ser realizado no Brasil.


Quais certificados de inglês são necessários para estudar?

Para os vistos de estudante, o padrão é o IELTS Academic, mas muitas instituições de ensino também aceitam o TOEFL e o Cambridge; basta pesquisar no site da instituição para saber quais são os testes exigidos. Também é a própria instituição que define a nota de corte que precisa ser alcançada.


Qual é o nível de inglês necessário para entrevistas de emprego no Canadá?

Já para uma vaga de trabalho, é importante ressaltar que, além das certificações, é preciso demonstrar segurança e domínio do inglês nas entrevistas. Pratique com professores capacitados, assim, você não fica nervoso e consegue se sair bem. Além disso, é essencial conhecer a terminologia em inglês usada na sua área de trabalho.

Resumindo, o inglês é fundamental para quem deseja entrar no mercado de trabalho no Canadá. Afinal, além de obter uma certificação reconhecida no idioma, é essencial se expressar bem nas entrevistas.


Quem pode te ajudar no processo?

Existem escolas de inglês com cursos e conteúdo específicos para os exames de proficiência. Além disso, os professores mais capacitados desenvolvem metodologias que vão prepará-lo para cada uma das etapas, seja na obtenção das certificações, nas aplicações ou nas entrevistas de emprego. O Instituto Stephanie Lich oferece tudo isso!

Posts Relacionados