Obrigado! Você passará a receber nossas novidades.
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Francês
-
15/9/2021

Conheça Lille, uma pérola da região Hauts de France!

Olá amigos! Gostaria de lhes ensinar algo novo, mas não se preocupe! Não é sobre gramática ou ortografia não 😅

Gostaria de apresentar a vocês uma cidade querida ao meu coração, uma cidade colorida, onde você pode passar um fim de semana ou uma vida inteira sem se cansar dela. Esta cidade é aquela que me viu nascer. A capital da região Hauts de France: Lille!

Em primeiro lugar, vou apresentá-la formalmente, porque imagino que muitos de vocês não devem conhecer-la, para depois então poder falar sobre ela com todo o carinho que tenho. 😌

Curso rápido de geografia francesa

A França está dividida em treze regiões, e cada região conta com uma capital, ou uma chef-lieu.

Lille é o chef-lieu da região Hauts de France, uma região localizada no norte da França, é a décima cidade mais populosa, mas a terceira maior área urbana da França.

Sua localização é extremamente interessante, pois fica a menos de uma hora e meia de trem de três capitais (Paris, Londres, Bruxelas) e seu aeroporto atende a Suíça, Itália e Grécia, entre outras.

Ponto, acabei com as apresentações oficiais, agora vou falar sobre as coisas que são realmente interessantes.

Le vieux Lille

É claro que visitar Paris é obrigatório, tanto pela quantidade de museus quanto pelos edifícios icônicos, mas durante uma viagem à França é importante poder sair da capital por alguns dias para conhecer a “verdadeira” França.

Le vieux Lille

Paris sendo a capital, tem acaba sendo vítima de suas qualidades; é uma cidade grande, mas impessoal; mundialmente famosa, portanto, povoada por turistas; multicultural, e por consequência não necessariamente a mais representativa da França.

Por isso vou te contar sobre o seu fim de semana em Lille, então suba a bordo e encha sua cabeça de coisas boas!

Le beffroi de Lille

Você chegará na sexta-feira de manhã, e para começar a descobrir a cidade, nada melhor do que um passeio pelas ruas da vieux Lille, a parte mais antiga da cidade, com um encanto inegável. Este animado bairro pode ser descoberto pelos sentidos e, sobretudo, descoberto com o nariz para cima, para admirar os seus pequenos detalhes e todas as suas decorações.

É a única parte velha de Lille totalmente preservada pelo tempo da destruição, e testemunha o jeito que a França era ao longo do século XVI. Uma caminhada no tempo, num local rico em história.

Para terminar suba ao topo do Beffroi de Lille, uma torre que servia para vigiar o campo para evitar possíveis invasores, datados do final da Idade Média.

Você almoçará e passará a tarde na "Grande Place" (grande praça) conhecida como uma das praças mais bonitas da França. A “Grande Place” está no cruzamento das várias ruas comerciais da cidade. Sempre animada, você poderá escolher entre um bom número de cervejarias ou “Brasserie” para comer. Os amantes das belas fachadas barrocas vão adorar.

Mais de Lille

À noite, se gosta de “bagunça”, pode sair para tomar um drink na famosa Rue de la Soif (rua da sede)  que faz vibrar a cidade de quinta à noite ao domingo de manhã, com as suas cervejarias e discotecas.

Chez Fred

Na manhã seguinte, nada melhor para ganhar forças do que ir comer na melhor confeitaria da cidade “Chez Fred” um dos melhores confeiteiros da França tanto que o talento foi exportado para fora do país (Há lojas em Genebra, Paris, e até Nova York), mas o verdadeiro está em Lille, claro. Em seguida, você passará o resto da manhã no “marché de Wazemmes” (feira de rua), um dos maiores e mais coloridos da França, você encontrará de tudo lá: alimentos, frutas e vegetais, especiarias, plantas medicinais, queijos, waffles, cervejas, roupas., flores. , antiguidades, livros… um lugar autêntico e exótico.

Depois do almoço, você visitará o Jardim Botânico com suas centenas de plantas. Ao redor, também poderá passear em seus imensos gramados e em seus jardins de inspiração francesa, com árvores majestosas e arbustos bem aparados, dignos dos jardins de Versalhes. (oui, oui)

Marché de Wazemmes

Então será a hora de partir e voltar ao seu cinzento e anonimato hotel parisiense, mas não posso deixá-los sem falar da gastronomia, você vai se surpreender com a quantidade de pequenas especialidades culinárias oferecidas por uma multidão de restaurantes, a maioria deles muito típicos, terá muito por onde escolher.

Cathédrale de Lille

Foi a região de “Flandres” (sul da Bélgica) que lhe deu o melhor da sua inspiração culinária. Aqui estão algumas especialidades que poderá descobrir durante o seu fim-de-semana em Lille!

Welsh é uma fatia de pão embebida em cerveja, coberta com uma fatia de presunto, mergulhada em creme de cheddar, gratinada no forno.

Carbonade Flamande é um prato de carne cozida em cerveja, coberta com pão de gengibre, açúcar mascavo e mostarda, entre outras coisas.

Waterzooi é feita com aves cozidas por muito tempo em água com uma grande quantidade de vegetais, acrescida de limão e creme, que cobre o prato quando estiver pronto para servir.

Potjevleesch, este prato de nome impronunciável data do século 14, marinamos quatro tipos de carne: coelho, porco, vitela, aves, na cerveja antes de cozinhá-los bem devagar. O tempero, uma mistura sutil de especiarias e ervas, vai realçar o prato servido frio com batatas fritas (quentes).

É claro que um ou dois dias adicionais não seriam demais para completar a visita da cidade e também da região, mas deixarei que você procure outro museu e edifício histórico por conta própria, como a “cathédrale de Lille”, a “Piscine de Roubaix”. (que é um museu dentro uma piscina antiga). Você pode ir cumprimentar Picasso, Monet e Rodin no “Palais des Beaux-Arts” (palácio de belas artes, o quinto maior museu francês de arte) . Estou parando aqui porque, se começar a falar sobre isso, poderei continuar por horas.






Posts Relacionados